Domingo, 14 de Julho de 2024
29°

Parcialmente nublado

São Luís, MA

Cultura CULTURA

Em mais um ano, milhares de pessoas e grupos de bumba-meu-boi lotam o Largo de São Pedro, mantendo viva a tradição de homenagear o santo

Lembrando que a programação 2024 do Maior São João do Mundo segue ao longo do mês de julho

30/06/2024 às 11h07
Por: wallyson sousa Fonte: Secma
Compartilhe:
Em mais um ano, milhares de pessoas e grupos de bumba-meu-boi lotam o Largo de São Pedro, mantendo viva a tradição de homenagear o santo

Devoção e festa. Com estas duas palavras em mente milhares de pessoas e dezenas de grupos folclóricos se espalharam desde a escadaria da Capela de São Pedro até a frente da Casa das Minas, ao longo da Rua de São Pantaleão, do fim da noite da sexta-feira (28) até o amanhecer deste sábado (29), para mais um ano do tradicional encontro de grupos de bumba-meu-boi na Capela de São Pedro, no bairro Madre Deus, em São Luís. A celebração contou ainda com procissão marítima e terrestre.

O encontro de grupos de bumba-meu-boi na Capela de São Pedro é uma das maiores tradições do São João do Maranhão. Momento importante para agradecer ao santo por mais uma temporada junina cheia de festa, alegria e muitas graças alcançadas. Por isso, o Governo do Maranhão apoia e salvaguarda a festa popular.

Há 13 anos, a advogada Lorena Amorim acompanha o festejo que, para ela, é um grande encontro da cultura popular com o restante da população maranhense e a melhor forma de encerrar a temporada junina na capital.

“Fui pela primeira vez em 2011 a convite de uma amiga que tinha ido no ano anterior. Ela me disse que eu iria gostar muito, porque ela sempre soube que eu sou apaixonada pelo sotaque de matraca. E, de fato, desde a primeira vez que eu fui achei tudo muito lindo. Eu fiquei encantada por poder acompanhar o cortejo, entrar com os bois na capela e amanhecer, vendo todo mundo se movimentando para ver a nossa cultura. Eu acho essa celebração mágica”, disse Lorena Amorim.

Mas não são apenas os grupos de bumba-meu-boi de matraca que participam do momento que é um dos marcos da despedida do período junino em São Luís. Bois dos sotaques de baixada e de zabumba vindos do interior do estado, e mais recentemente até mesmo alguns grupos do sotaque de orquestra, reúnem-se no Largo de São Pedro para festejar e reverenciar o santo.

No local há quem vá pagar promessas, fazer preces, renovar os votos depois de mais um São João ou apenas curtir a madrugada de festejo. No público, maranhenses de todas as regiões, artistas, intelectuais, moradores das imediações e até mesmo turistas que vão atraídos pela riqueza cultural maranhense.

É o caso da paulista Adriana Mazzucatto, que conheceu o São João do Maranhão em 2022, quando morou em São Luís. Em janeiro de 2023, ela voltou para São Paulo, mas assim como no ano passado, em 2024 ela fez questão de voltar ao estado para brincar o São João.

“Em 2022, eu amanheci na capela pela primeira vez. Voltei para casa 11 horas da manhã. E as cores, a devoção, a dedicação de todos os bois de pedirem a bênção, o som das matracas, foi muito inebriante para mim. Ver o sol nascer e os bois ali passando é muito mágico. Este ano é meu terceiro São João no Maranhão. Eu não moro mais em São Luís, mas faço questão de voltar para viver a emoção de estar na capela e de também ir para o festejo de São Marçal”, afirmou Adriana Mazzucato.

Celebração religiosa

No lado mais religioso da festividade São Pedro, que é tradicionalmente conhecido como o padroeiro dos pescadores, recebe outras duas homenagens: uma procissão marítima e outra terrestre.

A procissão marítima teve início por volta das 10h. Como ocorre todos os anos a imagem de São Pedro saiu da Rampa Campos Melo, no Cais da Praia Grande, passando pela Ponte São Francisco, Ponta d'Areia e região próxima à área Itaqui Bacanga, voltando à rampa para ser recepcionada pelos fiéis. Durante o trajeto, diversas embarcações acompanharam o santo.

No decorrer da procissão, muitos devotos aproveitaram para pagar suas promessas. “Há mais de 20 anos eu participo desta procissão. É um sentimento de gratidão pelo nosso padroeiro. É uma grande satisfação concluir o festejo de São Pedro com essa procissão marítima”, disse Vera Gonçalves, que faz parte do grupo Rezadeiras de São Pedro.

Lúcia Batalha é mais uma devota que não perde a oportunidade de homenagear o santo. “São Pedro é um santo pelo qual eu tenho uma devoção e um carinho muito especial. Tanto que eu não perco a data de hoje e todos os anos venho homenageá-lo”, comentou.

À tarde, aconteceu a procissão terrestre pelas ruas do bairro Madre Deus, retornando à Capela de São Pedro para a missa campal.

Segurança

Para garantir a tranquilidade de todos o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), reforçou o policiamento na área com 435 policiais fazendo o policiamento a pé ao longo de toda a programação.

Foram empregadas 16 viaturas, incluindo equipes especializadas do Batalhão de Choque (BPChoque) e da Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Além disso, 18 motocicletas fizeram o patrulhamento, distribuídas entre policiais da PRE, do Batalhão de Motopatrulhamento (1º BMT) e do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM). 

O esquema de segurança incluiu, também, 18 conjuntos de Cavalaria para reforçar a segurança do evento.

Maior São João do Mundo

Mas a programação do Maior São João do Mundo, organizada pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secma), ainda não acabou. Neste último fim de semana de junho, além dos arraiais, haverá outro grande evento tradicional do período: o encontro de grupos de bumba-meu-boi no bairro João Paulo, em São Luís, em homenagem a São Marçal, o último santo celebrado em junho.

A celebração acontece desde as primeiras horas da manhã do domingo (30), na Avenida São Marçal, reunindo milhares de pessoas para acompanhar o desfile dos grupos de bumba-meu-boi que vão até o local reverenciar o santo. Assim como ocorre no festejo em homenagem a São Pedro, um esquema de segurança especial será montado para garantir a tranquilidade da festa.

Lembrando que a programação 2024 do Maior São João do Mundo segue ao longo do mês de julho. A programação completa dos arraiais é divulgada nos canais oficiais do Governo do Maranhão e da Secma nas redes sociais e pode ser acessada no aplicativo São João do Maranhão que está disponível para IOS e Android.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias